Eventos


20 de setembro de 2021

Quarteto de Cordas da Cidade recebe o compositor e pianista Hercules Gomes em concerto que explora os limites entrea música popular e erudita

Programada próxima quinta-feira, 23/9, marca a estreia mundial de duas peças de Gomes, além de reunir obras de Pixinguinha, Gilberto Gil e Tia Amélia

O Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo convida o pianista e compositor Hercules Gomes (1980)para juntos, apresentarem o encontro da música de concerto com aquela dita das ruas, dos salões e das mídias, trazendo diversas misturas para o palco da Sala do Conservatório, casa do Quarteto, na Praça das Artes. Um concerto que fará o públicos e perguntar: o que distingue o repertório erudito do popular e urbano? A apresentação única acontece nesta quinta-feira, 23 de setembro, às 19h. Os ingressos estão esgotados.

O grupo de câmara do Theatro Municipal de São Paulo faz a estreia mundial de obras de Hercules Gomes: Cantiga, Baião e Frevo para Quarteto de Cordas, escrita especialmente para o concerto e Nação n° 3, composição que se baseia nas células rítmicas do maracatu nação, o mais antigo ritmo afro-brasileiro. A peça encomendada é uma suíte que une a música erudita às tradições musicais do Nordeste e é inspirada no Movimento Armorial dos anos 1970, idealizado pelo escritor Ariano Suassuna.

Formado pelo violista Marcelo Jaffé, pelos violinistas Betina Stegmann e Nelson Rios e pelo violoncelista Rafael Cesário, o Quarteto de Cordas da Cidade também visita nomes conhecidos da música popular brasileira, como Pixinguinha (1897-1973), com Soluços, e Gilberto Gil (1942-), com Ladeira da Preguiça. A compositora pernambucana Amélia Brandão Nery (1897-1983), também conhecida como Tia Amélia, é lembrada com seus choros Bordões ao Luar, Saracoteando e Sorriso de Bruno, que Gomes regravou no álbum Tia Amélia para sempre (2020). Neste concerto, as obras ganham novos arranjos junto ao Quarteto de Cordas.

Para o músico MarceloJaffé, a presença de Hercules Gomes como convidado“traz para esse concerto uma variedade muito grande de manifestações musicais brasileiras, sejam elas de sua própria autoria, ou apenas arranjadas por ele. Nessa apresentação, o Quarteto irá visitar importantes compositores como Gilberto Gil, Pixinguinha e Amelia Nery, em um programa muito criativo e de altíssima qualidade naquilo que podemos chamar de música brasileira”, afirma.

As apresentações presenciais no Complexo Theatro Municipal de São Paulo, abertas ao público, estão sendo realizadas com capacidade reduzida de até 30% da casa como medida a garantir a segurança das pessoas e o distanciamento entre os assentos. O Theatro Municipal de São Paulo é um equipamento da Secretaria Municipal de Cultura administrado pela organização social Sustenidos por meio de contrato de gestão firmado com a Fundação Theatro Municipal.