Eventos


12 de fevereiro de 2021

Orquestra Experimental de Repertório interpreta Wagner, Mahler e Grieg

Orquestra faz apresentação sob a regência de seu regente assistente, Guilherme Rocha e na companhia da mezzo soprano Luciana Bueno, neste domingo (14/2), às 11h; concerto também será transmitido ao vivo pela internet. Foto: Rafael Savador.

Em seu segundo programa da temporada 2021, a Orquestra Experimental de Repertório (OER) vai se dedicar à segunda metade do século 19. O grupo, criado em 1990, sobe ao palco do Theatro Municipal de São Paulo neste domingo (14/2), às 11h. Os ingressos custam R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia).

Oportunidade para conferir a OER, seja presente na Sala de Espetáculos e seguindo todos os protocolos de segurança sanitária, ou mesmo na comodidade de casa, que pode acompanhar ao vivo, de graça, pelo canal do Theatro Municipal no YouTube: youtube.com/theatromunicipalsp. E o que é melhor, o conteúdo fica disponível ondemand para acesso posterior, a qualquer hora e sem necessidade de cadastro.

Neste programa, a Orquestra estará sob a batuta de seu regente assistente Guilherme Rocha e com a participação da solista Luciana Bueno (mezzo soprano), uma das principais vozes líricas brasileiras, o grupo, em formação reduzida, interpreta o poema sinfônico para orquestra de câmara Idílio de Siegfried, do alemão Richard Wagner (1813-1883), seguido do ciclo de canções Liedereines Fahrenden Gesellen que Gustav Mahler (1860-1911) compôs sobre seus próprios textos, e fecha com o opus 54 de Suíte Lírica, do norueguês Edvard Grieg (1843-1907).

No ano passado, a Orquestra Experimental de Repertório celebrou 30 anos de uma história marcada pela formação não só de novos músicos, mas também pela proposta de repensar o formato tradicional de apresentação orquestral, dialogando com o cinema, o teatro e a música popular, e que a cada ano se renova e evolui ao incorporar novas linguagens. Nesta trajetória, mais de 600 músicos já passaram pela Experimental e o aprendizado musical adquirido serviu de base para que muitos pudessem ingressar nas principais orquestras do país e do exterior, como Europa e Estados Unidos.

Os concertos presenciais no Theatro Municipal de São Paulo seguem todos os protocolos de segurança e prevenção à propagação do Coronavírus (Covid-19) e as orientações do Plano São Paulo e da Prefeitura Municipal de São Paulo para retomada consciente das atividades. Ao público espectador presente na Sala de Espetáculos, é necessário seguir os protocolos de segurança estipulados em nosso Manual do Espectador, disponível aqui.