Eventos


14 de julho de 2015

Montagem premiada da ópera Thaïs chega ao Municipal

Estreia no dia 23 de julho no Theatro Municipal de São Paulo a ópera Thaïs, de Jules Massenet. A montagem, do diretor cênico italiano Stefano Poda para o Teatro Regio de Turim, foi escolhida pela BBC Music Magazine como uma das 20 melhores do mundo dos últimos 20 anos.

Em três atos, Thaïs é o quarto título da temporada lírica 2015 do Theatro Municipal de São Paulo e terá ao todo sete récitas nos dias 23, 25, 26, 28 e 30 de julho e 01 e 02 de agosto. A regência e direção musical ficam a cargo do maestro francês Alain Guingal.

Stefano Poda é um artista mundialmente conhecido pela estética de seu trabalho e unidade conceitual. Inquieto e multifacetado, costuma englobar sempre em seus trabalhos diversas linguagens. Assinando a direção cênica, cenografia, luz, figurino e coreografia. “A tarefa da encenação – ou seja, dar corpo à música, que não o tem – deveria consistir no descobrir um paralelismo ao efeito espiritual, seguindo assim a razão na qual reside a universalidade da obra de arte”, destaca o diretor.

Em Thais, que originalmente é ambientada no Egito durante o período romano, Poda utiliza recursos visuais grandiosos e modernos, sem cair, entretanto, no estigma de uma montagem datada. “O símbolo vem oferecido como um tipo de instrumento que, para quem vê e ouve, veja e ouça a história da sua própria alma” afirma o diretor, que também costuma dizer que todas as linguagens artísticas dialogam entre si, e que portanto, precisa trabalha-las conjuntamente.

No elenco, destaque para a soprano albanesa Ermonela Jaho, que viverá Thaïs, o barítono alemão, Lado Ataneli, que será Athanaël, e o tenho frânces, Jean-François Borras, que fará Nicias. Completam o primeiro elenco Carla Cottini, Malena Dayen, Ana Lucia Benedetti, Károly Szemerédy, Lina Mendes e Eduardo Trindade.

 

Palestra preparatória Gratuita

No dia dia 18/7, às 17h, o jornalista Irineu Franco Perpetuo realiza uma palestra preparatória sobre a ópera Thaïs no Salão Nobre do Theatro Municipal, com entrada franca.

Thaïs

A ópera em três atos do compositor francês Jules Massenet (1842-1912), com libreto do também francês de Louis Gallet, é baseada no romance homônimo do escritor Anatole France (1844 – 1924). Foi apresentada pela primeira vez no teatro da Ópera de Paris em 16 de março de 1894, com a soprano norte-americana Sybil Sanderson. A ópera foi escrita especialmente para Sanderson, por quem Massenet tinha profunda admiração, e dizem seus biógrafos, uma relação fora dos palcos.

A ópera conta a história de Thaïs, uma cortesã de Alexandria, devota de Vênus, e a quem o monge Athanaël tenta converter ao cristianismo, sem sucesso em sua jornada.

Sybil Sanderson como Thaïs e Jean François Delmas como Athanaël na estreia da ópera de Massenet - Ópera de Paris, 1894

Sybil Sanderson como Thaïs e Jean François Delmas como Athanaël na estreia da ópera de Massenet – Ópera de Paris, 1894

Os ingressos custam entre R$ 50 e 120, com meia-entrada para todos os setores, e podem ser adquiridos na bilheteria do Theatro Municipal ou pelo link http://goo.gl/OM7fzI.