Eventos


Live | Maria de Buenos Aires: A Ópera

Outros

14/09/2021 • 19h

Como forma de dialogar e ampliar os pontos de vista sobre a Ópera Maria de Buenos Aires (em cartaz nos dias 10, 11, 12, 15, 16, 17, 18 e 19 de setembro), realizaremos duas lives. Na primeira, participamos do diálogo entre Lorene Gonçalves Soares, Matheus Topine e Elaine Bortolanza, sobre os temas que atravessam esta obra de Piazzolla: a poética do tango e suas origens, a prostituição, o cabaré e o corpo. Na segunda, o terapeuta junguiano Roberto Gambini apresentará uma reflexão sobre os sentidos da noite, as metáforas e o universo poético que permeiam a ópera Maria de Buenos Aires. A live conta com a presença do diretor Kiko Goifman, que falará sobre o processo criativo dessa montagem da ópera. 

As lives têm como objetivo compartilhar leituras, experiências e conhecimentos, convidando a plateia a prestigiar a ópera Maria de Buenos Aires e a participar dos debates que ela suscita. A mediação das lives será realizada pela antropóloga Ana Lucia Lopes, Gerente de Formação Acervo e Memória e pelo historiador Rafael Domingos Oliveira da Silva, Coordenador do Núcleo de Acervo e Pesquisa, ambos do Theatro Municipal de São Paulo. Este encontro será, também, uma forma de conhecer o espetáculo em seu novo formato, com o repertório marcante de Astor Piazzolla, unindo diferentes linguagens artísticas à atmosfera portenha e brasileira. Acompanhe e participe!

 

14 de setembro, 19h: Maria de Buenos Aires: A Opéra

Com:

Roberto Gambini,  terapeuta junguiano, conferencista e ensaísta. Formou-se em Ciências Sociais pela USP na década de 1960, fez Mestrado em Ciências Sociais na Universidade de Chicago e após lecionar Ciência Política na Unicamp, nos anos 70, formou-se em Psicologia Analítica no Instituto Carl Gustav Jung de Zurique. É membro da Sociedade Suíça e da Sociedade Internacional de Psicologia Analítica. Sua grande preocupação intelectual tem sido fazer confluir a psicologia junguiana e as ciências sociais. É autor dos livros O Duplo Jogo de Getúlio Vargas, Outros 500, Uma Conversa sobre a Alma Brasileira (entrevistado por Lucy Dias), Espelho Índio – A Formação da Alma Brasileira, entre outros.

Kiko Goifman, diretor, roteirista, artista multimídia, web artista, produtor cultural e ator. É formado em antropologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com mestrado em multimeios pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Ao longo da década de 1990, Goifman assina a direção de diversos trabalhos em vídeo, entre ficções, documentários e videoclipes. Dirigiu vários longas, médias e curtas-metragens e programas de TV para TV Brasil, TV Cultura, SescTV e Canal Brasil. Autor do livro e CD-ROM “Valetes em slow-motion”, ganhador do 7o. Grand Prix Möbius em Paris/98 e obra do Centro Georges Pompidou.

Mediação: Ana Lucia Lopes