Calendário

Eventos

Programação, temporada 2022

Happy Hour no Municipal

Theatro Municipal

25/04/2017 • 18h

Theatro Municipal de São Paulo

Happy Hour no Municipal

Conjunto da Oficina de Música Antiga

Escola Municipal de Música de São Paulo

Profs. Marília Vargas, Juliano Buosi e Fernando Cordella, coordenação

 

A Oficina de Música Antiga da Escola de Música de São Paulo tem como objetivo iniciar o desenvolvimento de aptidões necessárias à interpretação historicamente orientada do repertório dos séculos XVII e XVIII, tanto para cantores e instrumentistas solistas, quanto para as formações camerísticas referentes ao período.

 

Integrantes:

Madrigal da Oficina de Música Antiga da EMMSP

Ludmila Thompson – soprano

Luisa Aguilar – soprano

Alessandra Wingter – soprano

Alessandra Carvalho – soprano

Ivy Szot – contralto

Solange Ferreira – contralto

Carlos Rafael Porto – contralto

Jabez Lima – tenor

Paulo Lanine – tenor

Isaque Oliveira – barítono

Guilherme Araújo – barítono

 

Instrumentistas 

Roger Lagr – violino barroco

Marcus Held – violino barroco

Vinicius Chiaroni – oboé barroco

Barbara Olivier – flauta doce

Luciana Castillo – flauta doce

Felipe Araújo – flauta doce

Diego Rodrigo Alves – violoncelo barroco

Vítor Barbero – cravo

 

Programa: Divino e Humano

O período barroco foi responsável por uma  alteração substancial na forma de pensar a música. Em contraposição à complexidade do contraponto estabelecido no final do renascimento, o texto volta a ter importância fundamental, e sua compreensão passa a ser tão importante quanto a beleza das melodias que lhe dão vida. “Divino e Humano” mostra os mais belos exemplos da música de elevação espiritual, de cunho religioso, e da música secular, que canta os afetos do Homem em seu cotidiano.

A Oficina de Música Antiga da Escola de Música de São Paulo tem como objetivo iniciar o desenvolvimento de aptidões necessárias à interpretação historicamente orientada do repertório dos séculos XVII e XVIII, tanto para cantores e instrumentistas solistas, quanto para as formações camerísticas referentes ao período.

 

Parte I – Humano

Claudio Monteverdi (1567 – 1643) – celebração dos 450 anos de nascimento

. Ardo e scoprir

. Bel pastor

Biaggio Marini

. Passacaglio

Claudio Monteverdi (1567-1643)

. Chiome d’oro

. Ed è pur dunque vero

 

Parte II – Divino

J.S.Bach

. Ária – Schaffe können sicher weiden sicher weiden (da cantata Was mir behagt, ist nur muntre Jagd BWV 208).

. Ária – Ich will an dem Himmel denken (da cantata Wo gehest du hinBWV 166).

G.F.Händel (1685-1759)

. Ária – Süsser Blume, ambraflocken (da coleção Deutsche Arien)

J.Rosenmüller (1619-1684)

Sonata Settima à 4 (Sonatae Stromenti d’Arco & Altri)

M.A.Charpentier (1660-1744) 

. Pulcra es

André Campra (1660-1744)

. Ubi es

M.A.Charpentier (1643-1704)

. Le Reniement de Saint Pierre

 

Programação sujeita a alterações.