Eventos


Meu Primeiro Municipal com a Escola de Dança de São Paulo

Theatro Municipal

24/06/2017 • 12h

Theatro Municipal de São Paulo

Meu Primeiro Municipal

Escola de Dança de São Paulo

 

Programa:

Estudos de Repertório

 

CONCERTO AO REVÉS (2014)

Coreografia: José Ricardo Tomaselli

Elenco: Corpo Jovem

Música: Concerto nº 4 RV 297 em fá menor “L’Inverno”, Antonio Vivaldi

Figurino: Fábio Namatame

Invertendo a ordem proposta pelo compositor para os três movimentos de seu concerto, a coreografia em linguagem neoclássica traduz em movimento a força, o lirismo e o vigor pulsante da música de Vivaldi.

 

DANÇAS PARA PIANO (2014)

Coreografia: José Ricardo Tomaselli

Elenco: Alunos do 7º ano B

Música: La Danse par le Disque, Phillippe Reverdy

Piano: Braulio Vidile

Figurino: Fabio Namatame

Danças para Piano é um estudo introdutório ao estilo neoclássico coreografado a partir de músicas compostas para acompanhamento de piano nas aulas de “barra solo”. A obra apresenta aos bailarinos as diferentes nuances que caracterizam o estilo.

 

DANÇA IMAGINÁRIA (2016)

Excerto da obra Dança Imaginaria

Criação: Samuel Kavalerski

Música: “Motion”

Compositor: Nico Muhly

No Livro dos Seres Imaginários (1969), Jorge Luis Borges cataloga, descreve e resgata as origens de 116 criaturas da literatura, lendas, e as religiões de diversas tradições.

Cada um dos bailarinos do Corpo Jovem da Escola de Dança de São Paulo elegeu um ser imaginário, estudou-o e elaborou uma colagem e uma frase coreográfica a partir do seu ideário. Este material foi revisitado por Samuel Kavalerski em diálogo com a música de Nico Muhly, numa criação onde estes seres coabitam, interagem e se misturam.

Uma Dança Imaginária para se dançar além dos corpos e se ver além dos olhos.

 

CONCERTO Nº3 – 1º Movimento (2016)

Excerto da obra Concerto nº 3

Criação: José Ricardo Tomaselli

Elenco: alunos do 9º ano

Música: Concerto Nº 3 em ré menor para dois violinos BWV 1043

Compositor: J. S. Bach

Figurino: Fábio Namatame

Composta em estilo neoclássico, a coreografia procura traduzir em movimento a música composta por Johann Sebastian Bach. A peça é dividida em três movimentos: um primeiro movimento rápido e vigoroso dentro de uma estrutura de ritornello, um movimento central lírico e expressivo e um final também rápido, no espírito de uma dança estilizada.

 

CHRONOS (2017)

Coreografia: Gustavo Lopes

Elenco: 7º ano A

Música: Bakti, Ricardo Severo

A coreografia explora a ideia do tempo fracionado e o trabalho de precisão do conjunto das bailarinas que se subdividem e se agrupam criando linhas e formas geométricas no espaço. A obra propõe sequências de movimento que buscam uma linguagem distendida do balé, repleta de desafios e deslocamentos do eixo vertical tão presentes na técnica clássica.

 

A LINGUAGEM DAS FLORES (2014)

Coreografia: Raimundo Costa

Elenco: Corpo Jovem

Figurino: Fabio Namatame

Música: Valsas Nobres e Sentimentais

Compositor: Maurice Ravel

Compostas originalmente para piano solo em 1911, as Valsas Nobres e Sentimentais foram posteriormente orquestradas para o balé Adelaide ou A Linguagem das Flores, criado para a companhia de Ida Rubinstein em 1912.

O coreógrafo propõe um mergulho no universo da música de Ravel e na arte impressionista do início do século passado, buscando no significado das flores e na expressão individual de cada intérprete a linguagem corporal das meninas-mulheres-flores.

 

Programação sujeita a alterações.