Programação, temporada 2023

Bate-papo de lançamento do livro Correspondência Mário de Andrade & Oswald de Andrade

Praça das Artes

09/03/2024 • 15h

[ Praça das Artes – Sala do Conservatório ]

Com mediação de Gênese Andrade, acontece na Sala do Conservatório o bate-papo de lançamento do livro Correspondência Mário de Andrade & Oswald de Andrade, da editora Edusp.
No livro, Gênese Andrade reúne as cartas e bilhetes enviados por Oswald de Andrade ao amigo entre os anos de 1919 e 1928, período de efervescência cultural no país e que marca o início e o enfraquecimento da amizade entre os dois escritores. Em meio a notícias de viagens, questões literárias, ironias e intrigas, delineiam-se a amizade e a admiração intelectual entre eles. Vários artistas e escritores brasileiros permeiam o conjunto, que reproduz manuscritos, dedicatórias, postais e papéis timbrados assim como a iconografia do período, revelando os bastidores do modernismo.

Bate-papo de lançamento do livro – Correspondência Mário de Andrade & Oswald de Andrade
Organizadora: Gênese Andrade (Edusp/ IEB, 2023)

Carlos Augusto Calil, Marcos Antonio de Moraes e Roberto Zular, participação
Gênese Andrade, mediação

Gênese Andrade é Professora universitária, pesquisadora e tradutora. Autora, entre outros, de Pagu/ Oswald/ Segall (2009) e Vicente do Rego Monteiro (2013). Organizadora de Feira das Sextas (Globo, 2004), Arte do Centenário e outros escritos (Editora Unesp, 2022), ambos de Oswald de Andrade, Modernismos 1922-2022 (Companhia das Letras, 2022) e Meu corpo quer extensão: uma antologia (1929-1948) (Companhia das Letras, 2023), de Pagu.

Carlos Augusto Calil é, desde 1987, professor colaborador do Departamento de Cinema, Televisão e Rádio da ECA/USP. Entre 1979 e 2012, exerceu funções de direção em órgãos públicos culturais como Embrafilme, Cinemateca Brasileira, Centro Cultural São Paulo, Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, em cuja gestão foi construída a Praça das Artes e restaurado o Conservatório Dramático e Musical. Realizador de documentários em filme e vídeo. Em 2016, foi curador da exposição “Morada do coração perdido”, montada na casa em que viveu Mário de Andrade. É autor de mais de 130 artigos, resenhas e ensaios, e editor/organizador de mais de 30 publicações sobre cinema, iconografia, teatro, história, literatura e gestão cultural.

Marcos Antonio de Moraes é professor de literatura brasileira no Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo. Coordena a Coleção Correspondência de Mário de Andrade (Edusp/ IEB), ao lado de Telê Ancona Lopez e Tatiana Longo Figueiredo. Publicou, entre outros livros, Correspondência Mário de Andrade & Manuel Bandeira (Edusp/IEB, 2000) e Câmara Cascudo e Mário de Andrade: cartas, 1924-1944 (Global, 2010).

Roberto Zular é professor de Teoria Literária e Literatura Comparada na FFLCH-USP. Traduziu, entre outros, com Álvaro Faleiros, Feitiços (Prêmio Biblioteca Nacional, 2021) e, com Fábio R. Lucas, Poiética, indicado ao Prêmio Jabuti, 2023), ambos de Paul Valéry. Dedica-se ao estudo da poesia moderna e contemporânea, especialmente quanto às relações entre corpo, linguagem historicidade, ritmo e voz. Organizador, entre outros, de Criação em processo: ensaios de crítica genética (Iluminuras, 2002).

Duração aproximada 180 minutos
Classificação indicativa livre para todos os públicos
Entrada gratuita, por ordem de chegada até atingir a capacidade.

Antes de participar desta atividade, consulte a classificação indicativa e recomendações disponíveis no Manual do Espectador (acesse aqui).

Programa sujeito a alteração