História

Por iniciativa de Mário de Andrade, o Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo foi fundado em 1935. Inicialmente era chamado de Quarteto Haydn e buscava difundir a música de câmara e estimular compositores brasileiros a compor novo repertório para o gênero. O grupo passou a ser chamado de Quarteto de Cordas Municipal a partir de 1944, chegando à sua forma definitiva em 1981, como Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo.

A atual formação conta com os violinistas Betina Stegmann e Nelson Rios, o violista Marcelo Jaffé e o violoncelista Alberto Kanji, músicos de intensa atividade no cenário musical brasileiro e de prestígio internacional, que se destacam também pela atuação em concertos, recitais e atividades pedagógicas.

O Quarteto apresenta-se constantemente no Brasil e no exterior, em eventos como a Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha; o Festival de Música de Saragoza, na Espanha; e o Festival Internacional de Música de Morelia, no México. No Brasil, além da participação nos mais importantes festivais e cursos de música, desenvolveu projetos de estímulo a jovens instrumentistas por meio de concursos e de concertos didáticos em escolas da rede pública, universidades e escolas de música.

Em concertos comentados, o Quarteto apresenta o amplo repertório para a formação, inclusive o de vanguarda, promovendo o contato do público com todas as tendências e escolas de composição, como parte do projeto original do grupo, de fomento e formação de plateias. Em sete oportunidades o Quarteto de Cordas ganhou o prêmio de Melhor Conjunto Camerístico da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e por três vezes o Prêmio Carlos Gomes.

Músicos

Betina Stegmann – Violino

Nascida em Buenos Aires, Betina Stegmann aprendeu e estudou violino em São Paulo com Lola Benda, continuando-os com Erich Lehninger. Diplomou-se pela Escola Superior de Música de Colônia, onde cursou violino com Igor Ozim. Logo após, seguiu para Israel, onde se aperfeiçoou com Chaim Taub em Tel Aviv. Mais tarde frequentou cursos ministrados por Pinchas Zukerman e Max Rostal. Ex-integrante do Quinteto D’Elas, com quem ganhou em 1998 o Prêmio Carlos Gomes na categoria de música de câmara, é spalla da Orquestra de Câmara Villa-Lobos e professora de violino na Faculdade Cantareira. Como recitalista e solista, apresentou-se em várias cidades do Brasil, Argentina, Itália, Alemanha, Estados Unidos e Bélgica. Realizou gravações nas rádios WDR (Alemanha) e na RAI – Trieste (Itália), estreando obras de compositores contemporâneos.

 

Nelson Rios – Violino

Sob orientação de Maria Lúcia Zagatto e posteriormente de Elisa Fukuda estudou na Escola de Música de Piracicaba. Participou dos principais festivais de música no Brasil (Campos do Jordão, Brasília, Londrina e Curitiba) e em Mendoza, na Argentina. Bacharel em música pela Faculdade Mozarteum, graduou-se também em Engenharia de Alimentos pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Como bolsista da Fundação Vitae, frequentou a Carnegie Mellon University em Pittsburgh, EUA, em 1996. Integrou a Orquestra Sinfônica da Paraíba, de Câmara de Blumenau e a Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo, entre outras. Como professor, lecionou na Escola Municipal de Música e em importantes Festivais no Brasil e no exterior. Atualmente é membro das orquestras de Câmara Villa-Lobos e Sinfônica da USP.

 

Marcelo Jaffé – Viola

Aos seis anos de idade, orientado pelo pai, Alberto Jaffé aprendeu violino. Em 1977, aos 14 anos, passou a tocar viola, ganhando, no mesmo ano, o 1º Prêmio no Concurso Nacional da Universidade de Brasília. Após aperfeiçoamento na Universidade de Illinois e no Centro de Música de Tanglewood, nos Estados Unidos, apresentou-se em vários países, participando de destacados conjuntos camerísticos e orquestrais. Atuou como Maestro da Kamerata Philarmonia e foi diretor artístico da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo.

Atualmente, é professor de viola da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo e apresentador da Rádio e TV Cultura.

Alberto Kanji – Violoncelo

Entra para o Quarteto da Cidade em 2017, professor da Faculdade Cantareira e da Emesp, integrante também do Quinteto Pierrot, Alberto Kanji formou-se mestre em 2007 no Conservatório Sweelinck de Amsterdam sob orientação de Gregor Horsch (1º violoncelista da Orquestra Real do Concertgebouw de Amsterdam) e Viola de Hoog.

Ganhou um concurso interno do Conservatório de Amsterdam para tocar num violoncelo “Vuillame”, instrumento com o qual permaneceu até o fim de seus estudos. De 2008 a 2010 colaborou com a orquestra francesa Le Cercle de l’Harmonie. Em 2009 gravou o CD “Brillante” com Antonio Meneses. Além de sua dedicação à interpretação histórica, seu igual interesse pela música contemporânea rendeu-lhe algumas dedicações de peças de compositores como Willy Corrêa de Oliveira, além de uma gravação com o grupo “Camerata Aberta”, agraciada com o prêmio “Bravo” como melhor CD erudito do ano. Sua discografia inclui um CD com sonatas de Beethoven com Liliane Kans ao fortepiano, um CD em homenagem a Olivier Toni e um CD dedicado à nova música brasileira com o Epifania Piano Trio.

quarteto192

 

 

Theatro Municipal

Praça Ramos de Azevedo, s/nº
Sé - São Paulo, SP
Ver no Mapa
Bilheteria 55 11 3053 2090

Praça das Artes

Avenida São João, 281
Sé - São Paulo, SP
Ver no Mapa
Telefone 55 11 4571 0401

Adquira seus ingressos

Compre Ingressos
Patrocinador
Bradesco Haitong Qualicorp
Apoio Institucional
Intranet Espaço do Servidor
Compra de ingressos
Compre ingressos
Execução
Instituto Brasileiro de Gestão Cultural - IBGC
Realização
Fundação Theatro Municipal de São Paulo Circuito São Paulo de Cultura Prefeitura de São Paulo Ministério da Cultura