Calendário

Eventos

Programação, temporada 2022

Escola de Dança de São Paulo

Um olhar amplo e inovador para profissionalizar e inserir jovens talentos no mercado de trabalho

 

A Escola de Dança de São Paulo foi inaugurada em 02 de maio de 1940, na gestão do prefeito Francisco Prestes Maia, como Escola Experimental de Dança Clássica, sob direção do tcheco Vaslav Velchek. A Escola tinha como finalidade criar um corpo de baile amador, com viés para o balé clássico romântico, a fim de suprir a demanda coreográfica das grandes montagens líricas nacionais e estrangeiras do Theatro Municipal de São Paulo.

Seu funcionamento acontecia em uma das salas do Theatro Municipal e com apenas um mês de sua criação o corpo de baile estreou a ópera Aída. Já em 1943, a escola foi transferida para os baixos do Viaduto do Chá, passagem da elite Paulistana, devido à necessidade de um espaço mais amplo para acomodar o crescente número de estudantes.

Inicialmente, a Escola oferecia basicamente o curso de Dança Clássica Infantil e Juvenil. A partir de 1952 passam a ser oferecidas as matérias de Iniciação Musical e História da Dança. Apesar disso, o funcionamento da escola e a regulamentação da duração de 08 anos para o curso de formação só foi instituído em 1957, com a publicação no Diário Oficial do Decreto Lei nº 3.431. Essa ação contribuiu enormemente para a evolução e disseminação do ensino da dança na cidade de São Paulo.

Passados vinte anos, na década de 70, a Escola foi marcada pela mudança de nome, passando a chamar-se Escola Municipal de Bailado, e pela inclusão da Dança Moderna como linguagem de expressão. Esta demanda impôs um ponto de inflexão na demanda pelo balé clássico, impulsionando uma maior sintonia com os movimentos trazidos pelos grupos independentes de dança da cidade à época.

No início dos anos 80 foi criado um novo programa didático que dava ênfase à conscientização da dança, tanto física como intelectualmente. E, com o Decreto nº 21.988/86 foi constituído o Corpo de Baile Jovem Municipal, trazendo oportunidade de desenvolvimento artístico diferenciado aos então alunos da escola.

A partir desta década foram introduzidas no currículo escolar as disciplinas de Música, História da Arte, Técnica Moderna e Improvisação, regulamentadas pelo Decreto nº 30.593/1991.

Com a instituição da Fundação Theatro Municipal de São Paulo, em 2011, a Escola passa a chamar-se Escola de Dança de São Paulo, iniciando uma nova fase histórica com a renovação de suas bases artístico-pedagógicas, e desde 2014 está sediada no prédio Praça das Artes, com uma infraestrutura só vista nas grandes escolas de balé internacionais.

Ao longo de sua história, a Escola projetou centenas de artistas da dança a nível nacional e internacional e mantêm-se firme no propósito de formar profissionais da dança com excelência.

 

Programa de Formação

O curso de Formação em Dança da Escola de Dança de São Paulo é gratuito e possui entrada via editais para processo seletivo. O Programa proporciona ao estudante o aprendizado de fundamentos técnicos e artísticos da dança, o desenvolvimento de capacidades psicomotoras, técnicas, criativas e de apreciação crítica para futuro desempenho como Artista da Dança.

 

Cursos Livres

Praça das Artes

Os Cursos Livres da Escola de Dança de São Paulo/Praça das Artes têm como objetivo principal oferecer vivências artísticas à comunidade e oportunidades de aperfeiçoamento técnico e artístico aos profissionais da dança.

As aulas são gratuitas e o processo de entrada do aluno acontece via Edital.

Os cursos livres mantêm sua importância consolidada e firmada através de um ensino de qualidade. As aulas são ministradas pelos mesmos profissionais que trabalham no curso de formação e oferecem basicamente os mesmos componentes curriculares da formação.

EDITAL CURSOS LIVRES 2022 – 2º SEMESTRE

LISTA DE CANDIDATOS INSCRITOS CURSOS LIVRES EM DANÇA – 2º SEMESTRE 2022

DIVULGAÇÃO DOS PRÉ-SELECIONADOS CURSOS LIVRES 2022

LISTA DE SORTEADOS/APROVADOS E LISTA DE ESPERA CURSOS LIVRES EM DANÇA 2022 – 2º SEMESTRE

MANUAL DO ESTUDANTE 2022 – 2º SEMESTRE

 

EDASP Expandida – Polos Zona Sul e Zona Leste

O Projeto EDASP Expandida pretende estender a atuação da escola de dança para outras regiões da cidade de São Paulo, com o intuito de ampliar a possibilidade de acesso às vivências artísticas.

As aulas de Dança (Balé Clássico e Dança Contemporânea), com duração semestral, são voltadas ao público infanto-juvenil e distribuídas em dois polos regionais: Centro Cultural de Santo Amaro e no Teatro Flávio Império, em Cangaiba.

Inscrição para idades a partir de 04 anos, até o preenchimento das vagas.

Regulamento

Link para inscrição

Equipe

Coordenadora Artística

Cristiana de Souza

Assistentes Artísticos

Luciana Rizzo
Yeda Peres

Auxiliares Artísticos

Mônica Bammann
Noelia Nájera
Talita Cardeal Ferreira

Auxiliar de Produção

Igor Ribeiro Lopes

Administração

Yara de Melo

Equipe Docente

Aline Campos Ferro Rocha
Armando Aurich
Cintia Pimentel
Cristina Shimizu
Emanuele Artieri
Flavio Lima
Flora  Mariana
Gabriel Bueno
Guilherme Oliveira
Gustavo Lopes
Iryna Kosareva
Janaína Castro
José Ricardo Tomaselli
Leticia Tadros
Liana Zakia
Lili de Grammont
Luciana Nunes
Marcelino Dutra
Mariana Prado
Melina Sanchez
Nana Pereira
Paulo Vinicius
Rodrigo Rivera
Roberta Silva
Sabine Marien
Silvana Franzoi
Silvana de Jesus
Thais de Assis
Virginia Abbud
Wagner dos Santos
Welton Nascimbene
Yaskara Manzini

Professores da SMC

Katiah Rocha
Milton Kennedy

Pianistas

Ana Carolina Gouveia
Bia Francini
Claudia Padilha
Cristina Carneiro
Euzeli Alvares de Freitas
Janine de Freitas
Matheus Alvisi
Nilton de Ramos
Nilza Fernandes

Percussionistas

Denis Duarte
Neném Menezes

Monitoras

Doroti Machado
Gabriele Gusmão

Estagiárias

Fabiana Silva
Luciana Queiroz

Escola de Dança de São Paulo

Praça das Artes
Av. São João, 281 > 4° e 5° andares
+55 11 3225-8244
escoladedanca@prefeitura.sp.gov.br

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO:
Escola – SEG > SEX (exceto feriados) – das 07h às 20h
Secretaria – SEG > SEX (exceto feriados) – das 09h às 18h