Ciclo de conversas no Theatro Municipal sobre mulheres nas artes abre espaço para a discussão sobre empoderamento feminino e igualdade de gênero

Diálogos Prismados: a voz e a arte das mulheres vai reunir personalidades femininas da música e do teatro para discutir os desafios, as conquistas e a representação das mulheres nas artes; Evento ocorre nos dias 6 e 7 de setembro, com entrada franca, e será realizado em paralelo às récitas da ópera p r i s m, de Ellen Reid e Roxie Perkins, vencedora do Pulitzer 2019 pela composição musical

 

Nos dias 6 e 7 de setembro (sexta e sábado), entre 14h e 20h, a Sala do Conservatório na Praça das Artes, anexa ao Theatro Municipal de São Paulo, será palco de debate em torno dos desafios, das conquistas e da representação feminina na música, na dramaturgia e nas artes em geral. Com curadoria da pesquisadora e jornalista Camila Fresca e da dramaturga Marici Salomão, Diálogos Prismados: a voz e a arte das mulheres contará também com a participação, no dia 7, de encontro com as autoras da ópera p r i s m Ellen Reid, vencedora do Pulitzer 2019 na categoria composição musical, e da libretista Roxie Perkins, para falar de suas trajetórias profissionais. As mesas serão compostas apenas por mulheres. A entrada é franca, no entanto as vagas são limitadas. Inscrições devem ser feitas pelo site do Theatro Municipal de São Paulo (www.theatromunicipal.org.br). Os interessados devem se inscrever por meio deste link http://twixar.me/JJ51.

O evento será realizado em paralelo às récitas de p r i sm, escrita por mulheres, que segue na contramão da cena operística, dominada por homens, assim como o que ocorre nas demais expressões artísticas e em outras esferas sociais mundo afora. “Este ciclo de conversas será uma excelente oportunidade para que as mulheres envolvidas no fazer artístico, principalmente na música e no teatro, possam trocar experiências e refletir sobre as dificuldades e possibilidades de atuação profissional nos nossos dias”, explica Camila Fresca. A curadora descreve o formato do evento, organizado em torno de três eixos: “o primeiro eixo traz mulheres criadoras, integrado por compositoras e dramaturgas, seguido pelo das empreendedoras, como as produtoras artísticas e executivas, e finalizando com aquelas mulheres que precisam enfrentar desafios maiores, como negras, transexuais e cantoras líricas que assumem papéis masculinos na ópera, e que originalmente eram feitos pelos castrati”.

A curadora Marici Salomão destaca o crescente protagonismo feminino dos últimos anos: “Temos visto, na última década, mais mulheres escrevendo com sucesso para teatro. Trata-se de uma luta das próprias mulheres em alargar um espaço que sempre foi muito masculino. Mas essa luta está no início e deve abarcar todos os setores da sociedade, da mídia aos meios de produção.”

Para Hugo Possolo, diretor artístico do Theatro Municipal, “cada vez mais a programação do Theatro Municipal deve se  direcionar ao multiculturalismo, ao pertencimento e à representatividade, como neste ciclo e nos espetáculos que apresenta, visando ampliar a potência das linguagens artísticas.

O evento abre às 14 horas do dia 6, com as participações da secretária adjunta municipal de cultura, Regina Silvia Pacheco, Maíra Ferreira, maestrina assistente do Coral Paulistano, um dos corpos artísticos do Theatro Municipal, e das curadoras Camila Fresca e Marici Salomão.

Às 14h30, começa o primeiro debate sob o tema Mulheres criadoras (mesa 1), que tratará
das novas matizes propostas pela narrativa feminina, que questiona os tradicionais finais felizes com príncipes encantados. A mesa terá a participação da dramaturga Silvia Gomez e da cientista social e pesquisadora Ana Paula Cavalcanti Simioni.

A conversa da mesa 2, às 16h45, foca no protagonismo feminino tanto no campo do fazer artístico quanto na gestão cultural, e no que está sendo feito para a mudança de cenário, que impede e invisibiliza a força e a ação das mulheres no setor. A mesa terá a participação da dramaturga e roteirista Maria Shu, da maestrina Vânia Pajares e da diretora teatral, escritora, roteirista e dramaturga Marcia Zanelatto.

No dia 7, às 14h, a mesa 3 Mulheres e resistência volta o debate para as dificuldades na busca pela igualdade de gênero, raça e etnia – nesse cenário, a questão é como garantir espaço para mulheres negras, indígenas, trans e com deficiência. A mediação será da cantora e pesquisadora Ligiana Costa, que falará brevemente sobre os papeis de mulheres idosas na ópera, com a participação da soprano Edna D’Oliveira, da atriz, diretora e dramaturga trans Luh Maza, da mezzo soprano Luisa Francesconi, que interpreta muitos personagens masculinos na ópera e com mestrado em papeis masculinos interpretados por mulheres, e Janaína Leite, atriz do premiado Grupo XIX de teatro, dramaturga de Stabat Mater.

Às 16h30, as autoras da ópera p r i s m Ellen Reid e Roxie Perkins serão sabatinadas pelo público.

Serviço:
Ciclo de conversas “Diálogos Prismados: a voz e a arte das Mulheres
Curadoria: Camila Fresca e Marici Salomão
Local: Sala do Conservatório, na Praça das Artes, anexa ao Theatro Municipal
Endereço: Av. São João, 281, Centro
Data: dias 6 e 7 de setembro
Horário: das 14h às 20h
Entrada franca
Inscrições abertas no site do Theatro Municipal (wwwtheatromunicipal.org.br). Para participar, acessar o
formulário neste link http://twixar.me/JJ51.

Programação:
Sexta-feira, 06 de setembro
Abertura – 14h
Regina Silvia Pacheco, secretária adjunta municipal de cultura
Maíra Ferreira, maestrina assistente do Coral Paulistano (corpo artístico do Theatro Municipal de São Paulo)
Camila Fresca, curadora
Marici Salomão, curadora

Mesa Mulheres Criadoras – 14h30
Silvia Gomez, dramaturga
Ana Paula Cavalcanti Simioni, cientista social e pesquisadora
Mediadora: Claudia Toni, especialista em políticas públicas para a cultura e as artes

Mesa Mulheres empreendedoras – 16h45
Maria Shu, dramaturga e roteirista
Vânia Pajares, maestrina
Marcia Zanelatto, diretora teatral e escritora

Sábado, 07 de setembro
Mesa Mulheres e Resistência – 14h
Edna D’Oliveira, soprano
Luh Maza, diretora e dramaturga trans
Luisa Francesconi, mezzo soprano
Janaína Leite, atriz do premiado Grupo XIX de teatro
Mediadora: Ligiana Costa, cantora e pesquisadora

Roda Viva com as autoras da ópera Prism – 16h30
Ellen Reid, compositora da ópera Prism e vencedora do Pulitzer 2019 pela composição musical
Roxie Perkins – libretista da ópera Prism

*Programação sujeita a alteração

Theatro Municipal

Praça Ramos de Azevedo, s/nº
Sé - São Paulo, SP
CEP 01037-010
Ver no Mapa
Bilheteria 55 11 3053 2090
Horário de atendimento Segunda a sexta, 10h às 19h
Sábado e domingo, 10h às 17h

Praça das Artes

Avenida São João, 281
Sé - São Paulo, SP
CEP 01035-000
Ver no Mapa
Telefone 55 11 4571 0401
Horário de atendimento 7h às 19h
Patrocínio
Bradesco CBMM
Apoio
Qualicorp
Apoio Cultural
Clube do Assinante Flip Intranet Espaço do Servidor Senac
Gestão
Instituto Odeon
Realização
Fundação Theatro Municipal de São Paulo Prefeitura de São Paulo Ministério da Cultura

Para mais informações sobre patrocínio e parceria contate (11) 3053-2068 e gestaodeparcerias.tmsp@institutoodeon.org.br.

Instituto Odeon

Matriz MG

Rua dos Inconfidentes, 867 - 2º andar
Savassi - Belo Horizonte, MG
CEP 30140-128
CNPJ 02.612.590/0001-39

Filial SP

Praça Ramos de Azevedo, s/nº
Sé - São Paulo, SP
CEP 01037-010
CNPJ 02.612.590/0004-81