OSM APRESENTA ESTREIA NACIONAL DE MANUSCRITO PERDIDO DE STRAVINSKY

A Orquestra Sinfônica Municipal interpreta três obras de compositores russos, sob a regência do maestro russo Alexander Lazarev – que faz sua estreia em palcos brasileiros – em 17 de agosto, às 20h e, dia 18, às 16h30. De Sergei Prokofiev, com o pianista Marcelo Bratke, “Concerto nº 1 para piano em ré bemol maior op. 10”; de Piotr I. Tchaikovsky, “Sinfonia nº 4 em fá menor op. 36”, e de Igor Stravinsky, “Canção Fúnebre op. 5”, que abre o concerto.

Esta última, por sinal, após sua primeira execução em janeiro de 1909 em São Petersburgo, ficou desaparecida até 2015. Stravinsky compôs a obra para homenagear Nikolai Rimski-Korsakov, seu mentor, quando este morreu. Em sua autobiografia (1935), Stravinsky se recorda da peça ainda perdida. “A partitura infelizmente desapareceu na Rússia durante a revolução, junto com tantas outras coisas que eu havia deixado lá. Já não me lembro mais da música, mas me recordo da ideia de sua concepção, que colocava todos os instrumentos solistas da orquestra passando pelo túmulo do mestre sucessivamente, cada um pousando sua melodia, como uma coroa de flores, sobre um profundo murmurar simulando graves vozes cantando no coro.”, escreveu o compositor.

Depois de redescoberta, teve sua segunda apresentação também em São Petersburgo em dezembro de 2016, algumas execuções pelo mundo, e agora, chega ao Theatro Municipal de São Paulo para sua estreia no Brasil em agosto.  “Esta peça é o primeiro passo de Stravinsky em direção à genialidade”, pontua Alexander Lazarev.

O “Concerto nº 1 para piano em ré bemol maior op. 10”, do período em que Prokofiev era conhecido como enfant terrible por seu caráter inovador, que fez grande sucesso com o público de sua época.

Também à frente de seu tempo, a “Sinfonia nº 4 em fá menor op. 36”., finalizada por Tchaikovsky em 1878, em Veneza, foi dedicada para Nadezhda Filaretovna von Meck, mecenas do compositor durante 13 anos. Em uma carta à Madame von Meck, Tchaikovsky explica que o primeiro movimento da sinfonia trata do destino, força fatal que impede o impulso à felicidade de alcançar seu objetivo; o segundo, aborda a melancolia e o cansaço da vida; o terceiro, estende-se sobre o momento em que não se está nem alegre nem triste, em que, desligando-se da realidade, formam-se imagens incoerentes nos pensamentos; e o quarto mostra que há alegria no mundo ao redor e que é possível encontrá-la. “A maior influência de Tchaikovsky para compor esta obra foi o momento conturbado pelo qual o músico passava por conta de seu desastroso casamento com Antonina Miliukova, que durou apenas seis semanas”, explica Lazarev.

Os ingressos para os concertos variam de R$ 12 a R$ 40 e podem ser adquiridos pelo site www.eventim.com.br  ou na bilheteria do Theatro Municipal de São Paulo.

Programa:
Alexander Lazarev e Marcelo Bratke
“Canção Fúnebre” op. 5 | I. Stravinsky (estreia brasileira)
Concerto nº 1 para piano em ré bemol Maior op. 10 | S. Prokofiev
Sinfonia nº 4 em fá menor op. 36 | P. I. Tchaikovsky

Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo
Alexander Lazarev – Regente
Marcelo Bratke – Piano

Local: Theatro Municipal de São Paulo – Sala de Espetáculos
Data: Sexta-feira, 17/8, 20h e sábado, 18/8, 16h30.
Duração: aprox. 93 min.
Classificação indicativa: livre (recomendado para maiores de 7 anos)
Ingressos: Setor 3 – R$ 12 / Setor 2 – R$ 30 / Setor 1 – R$ 40 (meia-entrada para aposentados, maiores de 60 anos, professores da rede pública e estudantes)

Vendas na bilheteria do Theatro Municipal de São Paulo ou pelo site www.eventim.com.br.

Theatro Municipal de São Paulo
Praça Ramos de Azevedo, s/nº – São Paulo, SP

Horário da bilheteria: De segunda a sexta-feira, das 10h às 19h, sábados e domingos, das 10h às 17h. Nos espetáculos à noite, a bilheteria permanece aberta até o início do evento; em dias de espetáculos pela manhã, o espaço abre ao público duas horas antes do início da apresentação. Apenas venda e retirada de ingressos para os eventos do Theatro Municipal de São Paulo.

Theatro Municipal

Praça Ramos de Azevedo, s/nº
Sé - São Paulo, SP
CEP 01037-010
Ver no Mapa
Bilheteria 55 11 3053 2090
Horário de atendimento Segunda a sexta, 10h às 19h
Sábado e domingo, 10h às 17h

Praça das Artes

Avenida São João, 281
Sé - São Paulo, SP
CEP 01035-000
Ver no Mapa
Telefone 55 11 4571 0401
Horário de atendimento 7h às 19h
Patrocínio Séries Óperas Domingo
Bradesco
Patrocínio Séries Óperas Sábado
Santander
Apoio
Arteris
Apoio Cultural
Clube do Assinante Flip Intranet Espaço do Servidor Senac
Gestão
Instituto Odeon
Realização
Prefeitura de São Paulo Fundação Theatro Municipal de São Paulo Ministério da Cultura

Para mais informações sobre patrocínio e parceria contate (11) 3053-2083.

Instituto Odeon

Matriz MG

Rua dos Inconfidentes, 867 - 2º andar
Savassi - Belo Horizonte, MG
CEP 30140-128
CNPJ 02.612.590/0001-39

Filial SP

Praça Ramos de Azevedo, s/nº
Sé - São Paulo, SP
CEP 01037-010
CNPJ 02.612.590/0004-81