THEATRO MUNICIPAL DE SÃO PAULO APRESENTA ‘KUBRICK EM CONCERTO’ COM ‘LARANJA MECÂNICA’

Apresentações são gratuitas. Ingressos serão distribuídos duas horas antes de
cada concerto.

Clássico do cinema, “Laranja Mecânica” é um filme que retrata uma realidade distópica, na qual a violência juvenil se torna um problema social grave. Pouca gente sabe, contudo, que o filme, dirigido por Stanley Kubrick, tem sua trilha sonora composta, em quase sua maioria, de músicas clássicas.

E, neste contexto, é que foi criada a série “Kubrick em Concerto”, que entra em cartaz novamente nesta pré-temporada do Theatro Municipal de São Paulo. “Tive a ideia de criar o programa para atrair o público do filme para assistir a trilha sendo interpretada ao vivo pela Orquestra Sinfônica Municipal e, ainda, conhecer o Theatro Municipal”, ressalta o Secretário Municipal de Cultura, André Sturm.
O concerto, em homenagem a um dos principais cineastas do século 20, acontecerá em fevereiro nos dias 23, às 20h, e 24, às 16h30, com entrada gratuita. Os ingressos serão distribuídos duas horas antes de cada apresentação.

Sob a regência do maestro convidado Luís Gustavo Petri, a Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, juntamente com o Coro Lírico Municipal de São Paulo, executará o “Funeral da Rainha Mary”, de Henry Purcell, “Pompa e Circunstância”, de Edward Elgar, abertura das óperas “La Gazza Ladra” e “Guilherme Tell”, de Gioacchino Rossini, e dois movimentos da “Sinfonia nº 9”, de Ludwig van Beethoven. Durante a apresentação, trechos do filme serão exibidos.

Série Kubrick em Concerto
A série Kubrick em Concerto foi um dos sucessos da Temporada 2017 do Theatro Municipal de São Paulo, eleita pelos leitores do Guia Folha, da Folha de São Paulo, o Melhor Concerto de 2017. Para retribuir o público e estender a comemoração do aniversário da cidade de São Paulo, as apresentações desta série em janeiro e fevereiro serão gratuitas. Em janeiro, a OSM, sob a regência do regente titular Roberto Minczuk, executou parte da trilha de 2001: Uma Odisséia no Espaço.

 

SERVIÇO:
Sexta 23/02 às 20h
Sábado 24/02 às 16h30
Theatro Municipal de São Paulo – Sala de Espetáculos
Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo
Luis Gustavo Petri, regente convidado
Coro Lírico Municipal de São Paulo
Mário Zaccaro, regente do Coro Lírico
Soprano, Berenice Barreira
Mezzo-soprano, Magda Painno
Tenor, Marcello Vannucci
Barítono, Guilherme Rosa

Programa:
GIOACCHINO ROSSINI
Aberturas La Gazza Ladra e Guguielmo Tell
KUBRICK EM CONCERTO
Laranja Mecânica
HENRY PURCELL
Funeral da Rainha Mary (arr. Maestro Luís Gustavo Petri)
EDWARD ELGAR
Pompa e Circunstância
LUDWIG VAN BEETHOVEN
Nona Sinfonia (movimentos II e IV)
Theatro Municipal de São Paulo
Endereço: Praça Ramos de Azevedo, s/nº – Centro – SP
Ingressos: gratuito, com distribuição duas horas antes do espetáculo
Classificação: 16
Duração: 90 minutos aproximadamente

Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo
Até o começo do século 20, as companhias líricas internacionais que se apresentavam no Theatro Municipal traziam da Europa seus instrumentistas e coros completos, pela falta de um grupo orquestral em São Paulo especializado em ópera.

Somente a partir da década de 1920 uma orquestra profissional foi criada e passou a realizar apresentações esporádicas, tornando-se regular em 1939, sob o nome de Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal. Uma década mais tarde, o conjunto passou a se chamar Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo e foi oficializado em lei de 28 de dezembro de 1949, que vigora ainda hoje.

A história da Sinfônica Municipal se confunde com a da música orquestral em São Paulo, com participações memoráveis em eventos como a primeira Temporada Lírica Autônoma de São Paulo, com a soprano Bidú Sayão; a inauguração do Estádio do Pacaembu, em 1940; a reabertura de Theatro
Municipal, em 1955, com a estreia da ópera Pedro Malazarte regida pelo compositor, Camargo Guarnieri; e a apresentação nos Jogos Pan-Americanos de 1963, em São Paulo.

Estiveram à frente da orquestra, entre outros, os maestros Arturo de Angelis, Zacharias Autuori, Edoardo Guarnieri, Lion Kasniefski, Souza Lima, Eleazar de Carvalho, Armando Belardi e John Neschling. Roberto Minczuk é o atual regente da Orquestra Sinfônica Municipal – OSM.

Theatro Municipal

Praça Ramos de Azevedo, s/nº
Sé - São Paulo, SP
Ver no Mapa
Bilheteria 55 11 3053 2090
Horário de atendimento Segunda a sexta, 10h às 19h
Sábado e domingo, 10h às 17h

Praça das Artes

Avenida São João, 281
Sé - São Paulo, SP
Ver no Mapa
Telefone 55 11 4571 0401
Horário de atendimento 7h às 19h
Patrocínio Séries Óperas Domingo
Bradesco
Patrocínio Séries Óperas Sábado
Santander
Apoio
Arteris
Apoio Cultural
Clube do Assinante Flip Intranet Espaço do Servidor Senac
Gestão
Instituto Odeon
Realização
Prefeitura de São Paulo Fundação Theatro Municipal de São Paulo Ministério da Cultura

Para mais informações sobre patrocínio e parceria contate (11) 3053-2083.

Instituto Odeon

Matriz MG

Rua dos Inconfidentes, 867 - 2º andar
Savassi - Belo Horizonte, MG
CEP 30140-128
CNPJ 02.612.590/0001-39

Filial SP

Praça Ramos de Azevedo, s/nº
Sé - São Paulo, SP
CNPJ 02.612.590/0004-81