Balé da Cidade de São Paulo estreia temporada 2017 com o programa “CORPO CIDADE”

RISCO de se expor.

RISCO de pensar diferente.

RISCO de se confrontar com ideias diversas.

RISCO de arriscar a vida para sobreviver.

RISCO de encontrar outras soluções.

RISCO como um ponto de partida.

 

Theatro Municipal de São Paulo estreia temporada 2017 do Balé da Cidade com o programa “CORPO CIDADE”, na sexta (24.03)

 Sob a direção de Ismael Ivo, grupo busca diálogo com a metrópole em duas coreografias:  a inédita “Risco”, com direção de Sergio Ferrara; e a reapresentação de “Adastra”, do catalão Cayetano Soto

 Orquestra Sinfônica Municipal executa trilha de “Risco” ao vivo

 

Depois de 32 anos fora do Brasil, o bailarino Ismael Ivo voltou ao país a convite de André Sturm, Secretário da Cultura de São Paulo, para assumir a direção do Balé da Cidade, corpo de 34 bailarinos do Theatro Municipal. Menos de dois meses no posto, o bailarino – que estava em Viena, na curadoria do ImPulzTanz, um dos mais importantes festivais de dança contemporânea do mundo – estreia a temporada 2017 do Balé da Cidade, com “CORPO CIDADE”, na sexta-feira (24.03), às 20h. O programa será apresentado até o dia 01.04, às quartas às 16h, terças, quintas, sextas e sábados às 20h e domingo, às 17h. Os ingressos custam de R$ 35 a R$ 100. Na quarta-feira (29.03) o preço é único R$ 20. As entradas podem ser adquiridas na bilheteria do teatro ou pelo site compreingressos.com. Todas as opções tem meia-entrada.

“CORPO CIDADE” trará duas coreografias: a inédita “Risco”, assinada pelo diretor cênico Sérgio Ferrara, e a reapresentação de “Adastra”, do catalão Cayetano Soto.

Para a estreia, criamos ‘Risco’, o primeiro capítulo deste diálogo que propomos, por meio da dança, à cidade e seus cidadãos. Assumi o risco de voltar ao Brasil após três décadas, liderar um corpo de balé que existe há 49 anos na cidade. São Paulo segue se repensando e quero entender como o habitante daqui experimenta o corpo nesta metrópole”, explica Ivo. Ferrara completa: “Por meio dos corpos e das cores, ‘Risco’ traça um desenho que reflete a busca de uma cidade em conviver com a diversidade de ideias e comportamentos. E, simultaneamente, buscar a igualdade de direitos”.

“CORPO CIDADE” dá início a uma série de quatro espetáculos que a companhia levará ao palco do Theatro Municipal ao longo do ano. Intitulado “CORPO ANTROPOFÁGICO”, o Calendário 2017 do Balé da Cidade busca refletir, espetáculo após espetáculo, sobre a relação dos corpos/ indivíduos com a cidade de São Paulo.

Trilha – Além dos bailarinos, o palco do Theatro Municipal vai receber músicos da Orquestra Sinfônica Municipal, sob regência do maestro Luis Gustavo Petri. “Risco” tem na trilha Gustav Holst – Os Planetas: Marte, op. 32 (1914-16) e Otorino Respighi – Festas Romanas (1928).

#BisNoMunicipal – Já a partir da estreia da temporada, os espetáculos do Balé da Cidade inovam globalmente e passam a fazer “bis” após o encerramento. A ideia é que o público possa registrar imagens em foto e vídeo para lembrança e compartilhamento nas redes sociais.

“Estamos dialogando com o comportamento contemporâneo. As pessoas gostam de fotografar e filmar espetáculos e compartilhar com os amigos em redes sociais. Isso é parte da experiência cultural e, com essa ação, conseguimos aproximar o público ainda mais da programação do Theatro Municipal”, explica André Sturm, Secretário da Cultura de São Paulo.


Theatro Municipal apresenta

Temporada 2017 do Balé da Cidade de São Paulo 2017

Programa: CORPO CIDADE

Direção: Ismael Ivo

Coreografias: ADASTRA (balé de repertório) e RISCO (inédita) sob direção de Sergio Ferrara

Trilha: “Risco” (Música: Gustav Holst – Os Planetas: Marte, op. 32 (1914-16) e Otorino Respighi – Festas Romanas (1928, executadas pela Orquestra Sinfônica Municipal, no palco)  e “Adastra”, de Ezio Bosso (mecânica)

Elenco: “Risco” (34 bailarinos), “Adastra” (16 bailarinos)

Bailarinos: Ana Beatriz Nunes, Ariany Dâmaso, Bruno Gregório, Bruno Rodrigues, Camila Ribeiro, Cleber Fantinatti, Erika Ishimaru, Fabiana Ikehara, Fabio Pinheiro, Fernanda Bueno, Hamilton Felix, Harrison Gavlar, Igor Vieira, Isabela Maylart, Jaruam Miguez, Joaquim Tomé, Julie Endo, Leonardo Hoehne Polato, Lucas Axel, Luiz Crepaldi, Luiz Oliveira, Manuel Gomes, Marcel Anselmé, Marcos Novais, Marina Giunti, Marisa Bucoff, Rebeca Ferreira, Renata Bardazzi, Reneé Weinstrof, Thaís França, Victor Hugo Vila Nova, Victoria Oggiam, Vivian Navega Dias, Yasser Díaz

Duração: “Risco” (35 minutos) “Adastra” (25 minutos)

Classificação Indicativa: 14 anos

Theatro Municipal

Praça Ramos de Azevedo, s/nº
Sé - São Paulo, SP
Ver no Mapa
Bilheteria 55 11 3053 2090

Praça das Artes

Avenida São João, 281
Sé - São Paulo, SP
Ver no Mapa
Telefone 55 11 4571 0401

Adquira seus ingressos

Compre Ingressos
Patrocinador
Bradesco Arteris Haitong Qualicorp
Apoio Institucional
Intranet Espaço do Servidor
Compra de ingressos
Compre ingressos
Execução
Instituto Brasileiro de Gestão Cultural - IBGC
Realização
Fundação Theatro Municipal de São Paulo Circuito São Paulo de Cultura Prefeitura de São Paulo Ministério da Cultura